O boteco é o bar de rua, da cerveja em pé, tendo a calçada como sua extensão natural. Também chamados de butecos, botequins, butiquins e pé-sujo, apenas 15 ainda sobrevivem aquí no Leblon guardando as características da raça, quais sejam: cerveja tomada em pé (não há chope); mesinhas, sempre sem toalhas, são raras. Em alguns elas surgem durante o almoço para os PF´s, e retiradas logo após, quando permanece o indefectível tamborete ("meia-bunda"); jantar, nem pensar; preços módicos e fregueses que vão de celebridades (raras) ao gari e peão da obra. Cafezinho, só o daquela máquina inox que também esquenta o leite para a média matutina com pão e manteiga (não há pão na chapa); aquele copo gomado (copo americano) abriga o café, a média, os destilados e a cerveja; os seguintes etanóis são omnipresentes: cachaças 51, Velho Barreiro e Caninha da Roça, Conhaque de Alcatrão de São João da Barra, Jurubeba, Cinzano e Conhaque Dreher; alguns botecos acrescentam os uísques Teacher e Old Eight, o oonhaque Domecq, steinhager Becosa, vodka Smirnoff e alguns outros; o ambiente democrático aceita qualquer credo, cor, raça, e gênero, porém mulheres são raras; a famosa empadinha é raríssima, mas os pastéis podem surgir com intermitência.
Garçon? Cartão de Crédito? O que são isso? Em resumo, BOTECO É BOTECO! O resto é bar ou restaurante!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Butecos do Leblon

Botecos do Leblon

1) Embalo Bar (Bar do Ivan) – Rua Dias Ferreira 113
  Embalo-Bar1_thumb1_thumb1 Embalo-Bar2_thumb1_thumb1
 
O Boteco. Sem mesa; apenas tamboretes
Reportagens de Joana Dale, para a Revista Rio Show, de 27/3/2009, e de Arlanza Crespo, para o Quem é Quem.
 

Embalo-Bar---Cerveja-s-8-hs-da-manh_[2]
Embalo-Bar---Ivan-e-a-camisa-do-Puta
 
Às 8 hs da matina. A turma da cerveja e a turma do café da manhã.
Ivan e a camisa do Puta Time (campeã do campo de futebol da Lagoa).
 
Embalo-Bar---Ivan-e-a-costela-de-por
Destaques para a rabada às sextas-feiras, carne ensopada às segundas-feiras, dobradinha às terças-feiras, língua com talharim às quartas-feiras e carne seca desfiada com farofa às quintas-feiras, com preços entre R$ 8,00 e R$ 10,00. Sob o comando de Ivan Teixeira, o cozinheiro Guilherme pilotou a cozinha durante 28 anos, falecendo em 2009. Seu sucessor mantém a qualidade. Basta conferir o melhor bolinho de aipim com carne-seca do Leblon, a R$ 2,00. Há trinta anos Ivan serve o famoso Amarelinho, uma mescla bem dosada de suco natural de maracujá com cachaça.
 
Ivan e a costela suina
 
  Embalo-Sammy-genro-Ivan-e-Luiz_thumb

Embalo-Belga-_thumb1_thumb1
 
Luiz e Sammy (genro do Ivan)
Marilene e Mast Nafteux, A caipirinha generosa do Sammy
  Embalo-Homero-e-Julie_thumb1_thumb1  
 
Homero e Juile
 
***
2) Bar Colinda (Bar do Manuel) – Rua Dias Ferreira 420 b2
  Colinda-Almoo_thumb_thumb1 Colinda-sexta-a-noite_thumb2_thumb1
 
O boteco. O “gerentão” Olavo toca a tarde e o Ricardo pela manhã.
O boteco sexta-feira a noite
  Bar-Colinda-Johnny-e-Homero_thumb_th

Colinda-Julio-e-Ricardo-Jorge_thumb1[1]
 
Johnny e Homero
Dois Historiadores
Ricardo, Gilson e Jorge
  Colinda-PFs-Tera-Feira_thumb1_thumb  
 
Os comes - PF´s de terça-feira
Os bebes
***
3) Bar Marisqueira do Leblon (Bar do Marreta) – Rua Dias Ferreira 420e
Tel.: 2512-3114

  Marisqueira-do-Leblon2_thumb1_thumb1
image_thumb1_thumb1
 
O boteco
Johnny, Otávio (outro Historiador) e Cleto, com sua Ypioca)
 
Marisqueira Dona Rosa
Marisqueira o Marreta
  D. Rosa, esposa do Marreta. Uma dama de atenção ao freguês.
O Marreta
  Marisqueira-Luiz-God-e-Gomes_thumb1_ Marisqueira-sexta-a-noite-a-turma-do[1]
 
Luiz Correia, Godô e Gomes
Noite de sexta  - a turma do tamborete
  Marreta Homero e Ambrosio
image
 
Homero e Ambrósio. Ambrósio, como o Cleto, borbulha o ambiente com sua efervecência. São os alka-seltzers dos botecos
 
Homero e Cleto
 
Marisqueira GILSON

Marreta Johnny e Adriana
 
Gilson
Johhny e Adriana
 
 
 
 
Marreta Agostinho e Lourenço
Masrisqueira Chiquinho
 
Agostinho e Lourenço (dono do frequentadíssimo restaurante Cantinho do Leblon, há 33 anos)
Chiquinho Presidente, conhecedor de cachaças e para quem Brahma é palavrão
 
Marisqueira Ari
 
 
Ari, 77 anos de Leblon. Grande Historiador.
 
***
4) Novo Rio Lanches (Bar do Washington) – Bartolomeu Mitre 637a
 
 
 
 
Bar-do-Oscar_Novo-Rio-Lanches_thumb_
  Bar-do-Oscar---Oscar_thumb_thumb1
 
O boteco
No ponto desde 1985, Seu Crispim, que prefere os vinhos do Alentejo aos de sua terra, Viseu, no Dão.
  Washington Washington Leo
 
Washington, o famoso Chef, no comando do bar e da cozinha há 25 anos.
Trabalhou com o Seu Antônio, antigo dono, que ainda aparece por lá.
Leo, auxiliar do Washington há sete anos
  Bar-do-Oscar---Comes_thumb_thumb1 Wasshington Lombo de Porco
 
Legumes e ensop.e de frango
Lombo de porco
 
Washington Costela de Porco
 
 
Costelinha de porco
 
 
Os bebes e os comes
1) Cachaças 51 e Velho Barreiro a R$ 2,00
2) Genebra, cachaças Fogo Paulista e Ypioca, e Martini a R$ 3,00
3) Cinzano e Jurubeba a R$ 3,50
4) Campari, Underberg. Domecq e Smirnoff a R$ 5,00
5) Caipirinha a R$ 6,00 e íssima a R$ 8,00
Os PF´s são acompanhados de macarrão. arroz, feijão e salada de legumes com batata (foto): De segunda a sexta: frango e carne ensopada a R$ 9,00; costela e carne assada a R$ 10,00. Língua às segundas, costeleta com almôndega, agrião e batata às terças, dobradinha às quartas, carne-seca com farofa  ou mini-feijoada às quintas, rabada às sextas e mocotó aos sábados. Todos a R$ 12,00
***
 
.
Depoimento de Luiz Correia, publicado em 22/01/2011
no Blog Estação BM
 
  Isto lá é nome que se dá a boteco?
De lanches servem dobradinha, costelinhas, frango frito, peixe frito, carne assada, lombinho e moelas. Lembrei, tem pastel frito! De frutas o que tem é uma batida de maracujá e claro, muita cerveja.
Mas o que tem de bom neste boteco com nome de lanchonete?
Por ser perto e caminho quase que obrigatório para chegar em casa, comecei a fazer uma parada básica para uma gelada depois do trabalho. Com o tempo, e muitas geladas, fui percebendo que algumas pessoas sempre estavam no boteco.
Eu normalmente ficava do lado de fora, apoiado em um tampo de fórmica em cima de 03 engradados de cerveja, e foi aí que em um destes dias entrei em uma conversa com dois freqüentadores assíduos do boteco que colocaram suas garrafas no mesmo tampo de fórmica. Um engenheiro civil e o outro motorista particular (“de madame”).
Pois bem, daí para frente, fui conhecendo todos.
São porteiros de prédio, taxistas, mecânicos, médicos, advogados, professores, bombeiro hidráulico, PMs, aposentados, coçadores de saco, engenheiros, funcionário público, pedreiros, jardineiros, pintores, empresários e por aí vai, tem de tudo um pouco.
Todos conversam sem preconceitos e principalmente com respeito. É muito raro ter algum tipo de confusão, mesmo nos debates mais calorosos sobre política ou futebol.
É esta mistura de pessoas, classes econômicas e culturais diferentes que fazem deste boteco, pelo menos para mim, o lugar mais democrático e eclético que conheci. Fala-se de tudo um pouco e se convive bem com todas as diferenças e opiniões diversas.
Preferências por times de futebol é bastante divido entre os 04 grandes do Rio, sendo o time do América bem representado por um professor e o mengão pelo jardineiro dos gramados da Gávea, uma figura e com uma risada que se ouve do outro lado da rua.
Normalmente aos domingos sempre há uma degustação de pastas, queijos e torradas levadas por nosso amigo que é representante de vendas, a custo zero, somente a bebida por conta de cada um.
Há também as datas festivas, como aniversários e comemorações diversas que se torna em um motivo para se fazer um bacalhau, assar um pernil ou até mesmo um churrasco na praça em frente ao boteco, isto mesmo na praça. O último churrasco foi para comemorar 30 anos de carreira de um PM.
Aprendi e ainda aprendo muito com estas pessoas, principalmente em aceitar e lidar com nossas diferenças. Saber dos limites de cada um e até onde podemos ir sem ofender ou ser ofendido.
Viva a democracia e as diferenças, principalmente sem preconceitos e com muito respeito!;
É por isso que prefiro tomar uma gelada em um boteco do que ir a um barzinho.
 
***
5) Café e Bar Guedes – Av. Bartolomeu Mitre 980b  - Largo da Memória
  Café e Bar Guedes  
 
O buteco
 
***
6 e 7)  Café e Bar Batista – Rua Tubira 8b, e Bar Couto Miguel – Rua Doutor Marques Canário 24/LJe (ambos extintos)
  Batista_thumb1 Couto-Miguel_thumb1
***
8) Figueira da Foz (Bar do Paulinho) – Rua Humberto de Campos 827/Loja L
 

image_thumb1
image_thumb3
 
O boteco
Etevaldo (Teté)
  Figueira da Foz Paulinho  
  Paulinho, que adquiriu o bar em 2004, após deixar o ponto do então famoso Roque, hoje ocupado pelo bar-restaurante Chico e Adelaide, na esquina da Av. Ataúldo de Paiva com a Rua Dias Ferreira. O Figueira da Foz foi fundado por João, Lima e Francisco em 1958, proprietários durante 46 anos.  
Curiosidades: O Roque, também dos anos 1950, sucedeu o Padeirinho, de Seu Alcino.
***
9) Brotinho Lanches (Boteco do ???) – Rua Humberto de Campos 827/Loja ?
 
image_thumb5
 
 
O boteco
 
***
10) Bar do Ferreira – Esquina de Rua João Lira e Rua Humberto de Campos (Deixou de ser boteco após a reforma em 2009. Hoje, um “barzinho”, aquí citado de forma honorária, por ser um ícone do Leblon). Ler reportagem de Juarez Becoza na aba Depoimentos 
 

image_thumb9
image_thumb8
 
O bar-restaurante
Coleção de cachaças
***
11 e 12) Bar Simpatia (Bar do Joaquim) e Café e Bar Ponto Xis (Boteco do ???) – Rua Cupertino Durão 96a e 96b. As mesinha postas para o almoço PF´s
 
image_thumb11[1]
 
 
Os dois botecos
 
***
13) Bar Estrela do Oriente - Av. Ataulfo de Paiva 209b (tel.; 2239-6223)
  Estrela do Oriente Estrela do Oriente PF
  Hoje tocado pelos filhos, Dona Maria Alice comandou o boteco durante 58 anos. Os PF’s a preços competitivos : carne ou frango ensopado a R$ 9,50; iscas de fígado, churrasquinho ou linguiça calabresa a R$ 10,50; filés de peixe, de frango ou carré com couve a R$ 11,50; carncontra-filé a R$ 12,50; contra-filé a R$ 12,50; filé de peito com fritas a R$ 15,50 e contra-filé com fritas a R$ 16,50.
     
     
***
14) Para Pedro (do Oscar) – Av. Afrânio de Melo Franco 209b
 
image_thumb13
 
 
O boteco e as mesinhas para os PF´s
 
O boteco fica lotado para os variados PF´s do almoço: costela do porco, pé e orelha, cosrtela de boi, costela suína, frango ensopado,carne ensopada e frango a milanesa, todos acompanhados por macarrão com arroz, batata cozida e feijão, a R$ 10,00 ou RS 12,00. Dobradinha a R$ 10,00.
***
15) Bigorrilho Lanches – Av. Ataulfo de Paiva 814a
  Bigorrilho-Lanches_thumb1_thumb1  
 
O boteco
 
***
16) Bar Urquiza - Av. Ataulfo de Paiva 814b
  Bar-Urquiza_thumb3_thumb1  
 
O boteco
 
***
17) Lanches Novo Leblon (Boteco do Manuel 2)– Av. Ataulfo de Paiva 1237a
  Lanches-Novo-Leblon_thumb1_thumb1
 
O boteco
***
18)  Escondidinho do Leblon (Bar do Oscar) – Avenida Ataulfo de Paiva 1335a
  Escondidinho-do-Leblon_thumb1_thumb1


Escondidinho-Pescadinha-2_thumb1_thu
 
O boteco
A famosa pescadinha frita a R$ 7,00
  Escondidinho-Luis_thumb1_thumb1 Escondidinho-Manuel-e-Francisco_thum
 
Luis
Manuel e Francisco
Outros comes: Além da pescadinha, destacam-se o pão com ovo (R$ 2,00), Linguiça (R$ 4,00), PF´s entre R$ 9,00 e R$ 12,00 e salgados variados (R$ 2,00).
***

2 comentários:

Júlio Machado disse...

E sopa de siri,nestes botecos afora, não tem; ou é porque não está na época desses crustáceos?
Sopa de siri é uma boa pedida, hein?
Abraços, magno Luis Alfredo!

Ps: muito bacana essas suas matérias.
Parabéns!

Luis Alfredo disse...

Caríssimo,
Infelizmente, essa iguaria nãoa aparece mais pelos nossos botecos. Quando eu era garoto pegava-se nos mangues, limpava mal e comia-se com minúsculos restos de casca.
Fortes abraços

Postar um comentário

Se não tiver conta do Google, comente como Anônimo e deixe seu nome e email no final.
Se souber e quiser, pode usar os códigos HTM abaixo:

<b>NEGRITO</b> | <em>ITÁLICO</em> | <a href="LINK">TEXTO DO LINK</a>